Menu

Parceria com a Crop Trust

A FELCO tem o orgulho de se juntar à Crop Trust e apoiará um estudo que visa assegurar a conservação e disponibilidade a longo prazo da única coleção de internacional de arvores de café existente no mundo. 

O futuro da indústria global de café pode ser encontrada em Turrialba, Costa Rica, onde cerca de 12 000 árvores representando 11 espécies de café são conservadas pelo Centro Agronómico Tropical de Pesquisa e Ensino (CATIE).

Nos últimos 70 anos, a coleção de café no CATIE serviu muito bem a indústria do café, especialmente na América Central, sítio no qual todas as variedades resistentes à ferrugem podem encontrar as suas origens até este banco genético de 10 hectares. Infelizmente, a coleção de café do CATIE está em risco, devido ao envelhecimento das árvores, investimento insuficiente e a falta de sistema de reserva.

Para enfrentar as muitas ameaças que a coleção enfrenta, o Crop Trust irá liderar um estudo aprofundado e independente com o apoio da FELCO, que irá oferecer ao CATIE uma melhor compreensão daquilo que necessitam de fazer para respeitar e manter as normas internacionais nos seus esforços conservacionistas das espécies de árvore do café.

Para celebrar o 70.o aniversário das suas mais icónicas tesouras de podar - a FELCO 2 - que vendeu mais de 16 milhões de unidades em todo o mundo. A FELCO lançará uma série limitada da ferramenta FELCO 2, as receitas provenientes da venda desta ferramenta ajudarão a financiar o estudo.

"Acreditamos que a visão a longo prazo da Crop Trust se alinha em consonância com o enfoque da FELCO em produtos de qualidade conhecidos pela sua longevidade," afirmou Stephan Kopietzki, CCO da FELCO. "Tal como acontece com o design dos produtos FELCO, é crucial que a conservação da diversidade das culturas seja constituída para durar. A preservação e diversidade das culturas é essencial para toda a vida na Terra e deverá ser tratada como tal."

O estudo oferecerá uma avaliação abrangente do estado da coleção de diversidade de café do CATIE. Ele irá examinar tudo desde a idade das árvores conservadas, às práticas de duplicação da segurança, passando pelos anteriores e futuros níveis de exigência para cada tipo por parte da indústria do café. Os resultados serão utilizados para recomendar ações urgentes e calculadas para assegurar uma conservação e disponibilidade a longo prazo da coleção.

"Tal como no icónico modelo FELCO 2, a Coleção de Café do CATIE celebra este ano o seu 70.o aniversário e queremos ajudá-los a salvaguardar esta diversidade para os próximos 700," afirmou Marie Haga, Diretora Executiva da Crop Trust.

"Estamos contentes que uma empresa como a FELCO tenha o desejo de apoiar este estudo crucial e esperamos que outros sigam os seus passos," acrescentou. "A chávena de café da qual milhões de pessoas desfrutam todos os dias, depende disso."

 

O contexto

Este estudo aprofundado é o primeiro passo concreto para implementar a Estratégia Global de Conservação para os Recursos Genéticos do Café. Desenvolvida pela Crop Trust em colaboração com a World Coffee Research (WCR), a estratégia identifica quatro bancos genéticos como sendo os principais depositários da diversidade mundial de café. Três destes situam-se em África: na Costa do Marfim, Etiópia e Madagáscar. O quarto é a Coleção Internacional de Café do CATIE. Juntos, são conhecidos com as "Coleções da Origem".

Ao contrário do que acontece com o milho, arroz ou trigo, o café não pode ser conservado durante muito tempo sob a forma de semente. Isto significa que os chamados bancos genéticos no campo mantêm múltiplas árvores vivas de cada uma das diferentes variedades ou espécies. Isto é dispendioso e exige constante cuidado. Infelizmente, muitos recursos genéticos fundamentais do café foram já perdidos, uma vez que as árvores morreram devido à falta de uma manutenção adequada. Muitas das árvores de café conservadas nas Coleções da Origem estão a envelhecer e necessitam de replantação ou atenção especializada. Devido à sua grande diversidade, necessitam também de uma grande variedade de práticas de cultivo (por exemplo, as árvores cultivadas e selvagens divergem nas suas necessidades de sombra, poda, fertilização, etc.).

"O estudo aprofundado da Crop Trust/FELCO é o primeiro passo no que antecipamos ser uma colaboração global que irá beneficiar todos os envolvidos na indústria do café – desde os pequenos produtores e torrefactores até aos baristas e consumidores," afirmou Jennifer "Vern" Long, CEO da World Coffee Research, um programa de desenvolvimento e investigação colaborativa sem fins lucrativos da indústria global do café.

"Sem acesso à diversidade do café, a indústria não será capaz de dar resposta à crescente procura por café. E terminando, a incapacidade de conservar esta diversidade a longo prazo terá repercussões para as dezenas de milhões de pessoas na América Latina, África e Ásia que dependem do café para os seus meios de subsistência,"

 

Para mais informações, contacte:

Luis Salazar, Crop Trust, luis.salazar@croptrust.org, +49 171 185 9490

Michèle Charpié, FELCO SA, mcharpie@felco.com, +41 32 858 14 21

 

Informações adicionais:

A Crop Trust e a Estratégia Global de Conservação para os Recursos Genéticos do Café
A Crop Trust é uma organização internacional que trabalha para apoiar a conservação da diversidade das culturas em bancos genéticos, para a eternidade. Através dos rendimentos de investimento gerados pelo seu fundo de dotações, ela oferece suporte financeiro a bancos genéticos internacionais, regionais e nacionais e ainda às instalações de reserva mundiais, o Silo Global de Sementes de Svalbard. O patrono global da Crop Trust é Sua Alteza Real, o Príncipe de Gales.www.croptrust.org 

A Coleção Internacional de Café da CATIE

Situada em Turrialba, Costa Rica, longe do centro de origem do café, esta coleção consiste em quase 2000 tipos de café domesticados e selvagem, mantidos em filas compactas de árvores em dez hectares de terra. Foram reunidos ao longo de décadas vindos da Etiópia, Iémen, Quénia, Tanzânia, Colômbia, Brasil, México e toda a América Central. A sua história data desde os finais de 1940. https://www.catie.ac.cr/en/

 

Hiperligações para:

https://www.croptrust.org/saving-coffee/

https://stories.croptrust.org/story/70-years-on/

https://www.croptrust.org/spotlight/talkin-coffee-conservation/

https://stories.croptrust.org/story/cup-o-joe/